Primórdios da Acupuntura


Não há certeza quanto à data precisa do desenvolvimento da acupuntura na antiga China ou de sua evolução desde os tempos primitivos. A acupuntura tem uma história documentada de cerca de 2.000 anos, mas algumas autoridades afirmam que ela tem sido praticada na China há mais de 4.000 anos. Uma explicação plausível para a sua "descoberta" seria que os médicos chineses da dinastia Han observaram que alguns soldados feridos em batalha por flechas teriam se curado de males crônicos.

Mas há variações sobre essa versão. Pedras afiadas, conhecidas como Bian shi, foram encontradas na China, sugerindo que a prática pode datar do Neolítico ou possivelmente até mesmo do início da Idade da Pedra. Foram ainda encontrados Hieróglifos e pictogramas que datam da dinastia Shang (1600-1100 a.C.), que sugerem que a acupuntura era praticada junto com a moxabustão. Também é possível que a acupuntura tenha suas origens na realização de sangrias.

Apesar das melhorias na metalurgia ao longo dos séculos, apenas no século II a.C., durante a Dinastia Han, as agulhas de pedras e ossos foram substituídas pelas de metal. Os primeiros exemplos de agulhas metálicas foram encontrados em um túmulo datado de 113 a.C., embora seu uso possa não ter sido necessariamente para acupuntura. O exemplo mais antigo dos meridianos invisíveis, utilizados para o diagnóstico e tratamento de enfermidades, data do século II a.C., mas esses registros não mencionam o agulhamento.

O registro escrito mais antigo da acupuntura se encontra no Huang Di Nei jing ("O Clássico do Imperador Amarelo"), que data de cerca de 200 a.C. Nele não se faz distinção entre a acupuntura e moxabustão, e inclusive é dada a mesma indicação para os dois tratamentos. Os textos descorbetos no sítio arqueológico de Mawangdui, que também datam do século II a.C., mencionam o uso de pedras pontiagudas para abrir abscessos e o uso da moxabustão, mas não da acupuntura.

Naturalmente, a prática da acupuntura se expandiu para fora da China, até as áreas que agora fazem parte do Japão, Coréia, Vietnã e Taiwan, muitas vezes divergindo da teoria e prática da MTC (Medicina Tradicional Chinesa). Acredita-se que a Córeia tenha sido o segundo país em que a acupuntura foi utilizada fora da China. Na Coréia existe uma lenda que conta que a acupuntura foi desenvolvida pelo lendário imperador Dangun, embora seja mais provável que tenha sido trazida para a Córeia pelas prefeituras coloniais chinesas.

Por fim, é interessante notar que exames realizados no corpo mumificado de Ötzi, o Iceman (uma múmia de mais de 5.000 anos de idade encontrada em uma geleira na fronteira entre Austria e Itália), identificaram 15 grupos de tatuagens em seu corpo, alguns dos quais estão localizados no que agora são interpretados como pontos de acupuntura. Este caso tem sido citado como evidência de que uma prática semelhante à acupuntura pode ter sido realizada em outras partes da Eurásia durante o início da Idade do Bronze. Assim, é possível imaginar que a prática primitiva da acupuntura e sua dispersão geográfcia podem ser muito mais amplas do que até agora se imaginou.

loading...
loading...
loading...
Nova App para Android
Get it on Google Play